Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Acordo permite acesso do Ministério Público ao Cadastro Ambiental Rural
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Acordo permite acesso do Ministério Público ao Cadastro Ambiental Rural PDF Imprimir E-mail
Qua, 13 de Junho de 2018 16:10


alt

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e o Ministério do Meio Ambiente (MMA) assinaram, terça-feira, 12 de junho, termo de acordo de cooperação técnica, cujo objeto é a disponibilização do acesso aos membros do Ministério Público brasileiro aos dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR), por meio de sistema disponibilizado pelo MMA e pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB/MMA). O documento foi assinado pela presidente do CNMP, Raquel Dodge, e pelo ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, no edifício-sede do CNMP, em Brasília-DF.

Para Raquel Dodge, o CAR "é uma das joias da coroa do Brasil. Cadastro importantíssimo, construído ao longo de anos, que contém informações muito relevantes para resolver a questão fundiária do País e cuidar do nosso patrimônio ambiental. Esta é uma aproximação fundamental entre Ministério Público e Ministério do Meio Ambiente".

O ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, acompanhado do diretor-geral do SFB/MMA, Raimundo Deusdará Filho, destacou sua satisfação pela formalização de um trabalho conjunto que já existe na prática e ressaltou o Ministério Público como um grande e estratégico parceiro na defesa do interesse ambiental. "Não há, no mundo, banco de dados como o CAR. Este acordo ajuda o Brasil a consolidar sua política de desenvolvimento do meio ambiente", disse.

Como presidente da Comissão do Meio Ambiente do CNMP, o conselheiro Luciano Nunes buscou firmar o acordo junto ao MMA e explicou que "a sociedade ganha um importante instrumento para auxiliar nas investigações na seara ambiental, identificando de forma mais efetiva e célere os proprietários das reservas ambientais e propriedades rurais".

O CNMP e SFB/MMA poderão firmar parcerias, conjuntamente ou individualmente, com Estados, Municípios, órgãos públicos e instituições privadas e do terceiro setor nacionais ou internacionais para execução de atividades operacionais visando ao alcance dos objetivos e metas do acordo, em conformidade com as normas aplicáveis aos contextos e aos cenários pertinentes.

O acordo, cujo prazo de vigência é indeterminado, não gera transferência de recursos ou obrigações financeiras de qualquer espécie entre os partícipes.

Publicado originalmente pelo Conselho Nacional do Ministério Público.



 

Calendário

Junho 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30