Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Maciço de Uruburetama pode ganhar uma unidade de conservação
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Maciço de Uruburetama pode ganhar uma unidade de conservação PDF Imprimir E-mail
Ter, 12 de Junho de 2018 10:38

alt

No último mês de maio, representantes das secretarias de Meio Ambiente dos municípios inseridos no Maciço de Uruburetama foram recebidos na sede da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA). Na pauta da reunião, o processo de criação de uma unidade de conservação (UC) estadual abrangendo todo o Maciço. Além do secretário Artur Bruno, participaram do encontro, os técnicos João Rafael, Henrique Nascimento e Renan Guerra, da Célula de Conservação da Diversidade Biológica (Cedib), da SEMA. Eles apresentaram relatórios de visitas técnicas à região e a proposta de criação da UC do Maciço de Uruburetama.

Segundo Rafael, o processo de criação de uma área protegida, naquela região, começou a partir de uma demanda do município de Uruburetama. “Solicitaram à SEMA, soluções para a proteção das nascentes do Rio Mundaú, bem como para as florestas úmidas, que estão sendo seriamente impactadas em decorrência da ação do homem”, disse. Por meio das visitas técnicas, in locu , foi constatado que a problemática extrapola limites municipais, impactando em outros municípios da região.

“Portanto, para alcançar metas mais objetivas e efetivas, será necessário adotar uma ação regional como a criação de uma UC que abranja todo o maciço. Dessa forma, o objetivo maior do encontro, foi a apresentação de uma proposta de criação de uma unidade conservação regional, ou seja, que atenda Uruburetama e também, aos demais municípios do Maciço. São eles: Irauçuba, Itapajé, Itapipoca, Miraíma, Tururu e Umirim.”

O técnico da SEMA ainda ressaltou a importância de ações de conservação e preservação na região, uma vez que se trata de área prioritária para conservação, conforme a segunda atualização das áreas prioritárias para conservação, uso sustentável e repartição dos benefícios da biodiversidade do bioma Caatinga. “Ali encontramos remanescentes de Mata Atlântica. Dessa forma, a criação de uma unidade de conservação estadual na região visa conter as pressões antrópicas ao adotar medidas de proteção, conservação e recuperação de áreas essenciais para a manutenção e equilíbrio dos sistemas ecológicos locais e susetntabilidade das populações que deles dependem”, encerra Rafael.


Saiba mais

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), a unidade de conservação (UC) “é a denominação dada pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC) (Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000) às áreas naturais passíveis de proteção por suas características especiais - estratégia extremamente eficaz para a manutenção dos recursos naturais em longo prazo”. Para atingir esse objetivo de forma efetiva e eficiente, foi instituído o Sistema Nacional de Conservação da Natureza (SNUC), com a promulgação da Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000.



 

Calendário

Junho 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30